Vozes da América se encontram no Rio Janeiro

Cerca de 600 militantes de movimentos sociais da Via Campesina e organizações urbanas, estudantes e professores participaram no domingo (21) da abertura da I Conferência Internacional Vozes de Nuestra América – cultura, política e pensamento crítico na América Latina e Caribe, na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

“Vocês não imaginam a alegria que eu sinto de ver filhos de camponeses e lavradores da América Latina dentro desta universidade, que foi pensada para a classe dominante”, declara o Decano de Extensão da UFRRJ, José Cláudio Alves, na abertura do encontro, saudando os brasileiros e latinos de 20 países do continente. Maria Gorete, da Escola Nacional Florestan Fernandes, completa: “Nos sentimos em casa aqui. Mas não fomos convidados pelo ensino formal. Ocupamos, assim como ocupamos tantas universidades pelo país”.

A I Conferência Internacional Vozes de Nuestra América será realizada entre os dias 21 e 25 de outubro, e ocorre simultaneamente no Rio de Janeiro e no Ceará. Elisa Guaraná de Castro, professora da UFRRJ, conta que o processo de gestação do encontro vem desde 2005, firmando a parceria entre movimentos sociais, universidade e movimento estudantil. A idéia de realizar duas conferências simultaneamente tem como objetivo descentralizar o debate, e envolver mais pessoas na discussão do pensamento crítico latino-americano.

No Rio de Janeiro, a especificidade são mesas temáticas, sobre temas como questão agrária e lutas populares, como a luta por direitos humanos. “O tema da América Latina e da questão agrária enfrentam disputa política forte dentro da universidade para serem reconhecidos como temas centrais de estudo. Esperamos com esta conferência mobilizar o debate entre estudantes e professores”, afirma Elisa.

Fernanda Matheus, do setor de Educação do Movimento Sem Terra, diz que a expectativa em torno da Conferência é também a construção de articulações entre organizações da América Latina. “Queremos uma integração dos países pelos movimentos sociais. Esperamos construir uma posição de enfrentamento ao imperialismo, caminhando para a construção de uma sociedade diferente.”

A Conferência é realizada pela UFFRJ, ENFF, MST, DCE-UFFRJ, Feab (Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil) e Geterra (Grupo de Estudos e Trabalho em Ensino e Reforma Agrária). Entre os convidados, estão o uruguaio Raúl Zibechi, o mexicano Ruben Valencia e o salvadorenho Santiago Flores. Entre os brasileiros, participam João Pedro Stedile (MST), Carlos Walter Porto Gonçalves (UFF), Guilherme Delgado (IPEA) e Heloísa Fernandes (USP).

Veja a programação clicando aqui.

Informações: Joana Tavares: (11) 8131 8049 Maria Mello: (61) 3322 5035

_______________________________________
Lembre-se que você tem quatro opções de participação: (I) Um email de cada vez; (II) Resumo diário; (III) Email de compilação; (IV) Sem emails (acesso apenas online). Para cancelar, responda solicitando. [www.consciencia.net/agencia]