SP: Famílias sofrem reintegração de posse

86 famílias do Movimento de Moradia da Região Central (MMRC) sofreram reintegração de posse nesta quarta-feira, dia 14. O despejo de um prédio localizado na Rua General Flores, em São Paulo (capital), aconteceu desde às 7h30 da manhã e ainda não terminou. Devido à forte chuva que atinge a capital neste momento, haverá uma paralisação na retirada dos móveis das famílias. Leia mais clicando aqui.

De acordo com o coordenador do movimento, Nelson da Cruz Souza, a reintegração aconteceu e está acontecendo pacificamente, pois houve diálogo com o batalhão da polícia.

O imóvel particular de 3 andares foi ocupado há dois meses pelo movimento. “Tentamos de qualquer forma que a juíza desse mais 20 dias para que as famílias fossem atendidas pela prefeitura, mas a juíza não atendeu ao movimento”, assinalou Souza. A prefeitura de São Paulo indicou que atenderia às famílias no programa Parceria Social.

Destino das famílias

O coordenador também afirmou que as famílias não ficarão ao relento. “O MMRC tem outros parceiros como o Movimento Sem-Teto do Centro (MSTC) e a Frente de Luta por Moradia (FLM) e pedimos a eles que atendessem às famílias. Os coordenadores destes movimentos solidarizaram-se conosco e a Associação Mauá acolherá temporariamente estas famílias, que não ficarão na chuva e nem sofrerão mais um desgaste”, concluiu Nelson. Mais informações em www.programaurbano.com.br