Referência das artes plásticas, Francisco Brennand morre aos 92 anos em Recife

Com décadas de produção, o também ceramista é conhecido por enormes esculturas, que marcam a capital pernambucana

Marco das artes plásticas brasileiras, Francisco Brennand morreu nesta quinta-feira (19), aos 92 anos, em Recife, em consequência de uma infecção respiratória. Ele estava internado havia 10 dias. Seu trabalho compreende verdadeiros cartões-postais da capital pernambucana. Em 2012, o também ceramista Brennand foi tema de reportagem da Revista do Brasil.

O texto falava da Oficina Brennand, na periferia de Recife, com aproximadamente 3 mil obras. As realizações do artista revelam preocupações com a origem da vida e o futuro da humanidade. Um destaque no cenário recifense, na região portuária, é o Parque das Esculturas, onde fica a Torre de Cristal, com 32 metros de altura. Ele também criou o mural Batalha dos Guararapes, em 1962.

Entre outras condecorações, Brennand ganhou o Prêmio Gabriela Mistral, da Organização dos Estados Americanos (OEA). O governo estadual e a prefeitura de Recife decretaram três dias de luto oficial. O velório deve começar às 18h, na Capela Imaculada Conceição, na Oficina Brennand.