Refazendo

As reuniões de confraternização de que tenho participado nos últimos meses de 2019 e no começo deste ano de 2020, têm me proporcionado alegria.

Rever as pessoas amigas, familiares, colegas com quem partilhamos afetos e projetos. Risadas, conversas, abraços.

Refazer o senso de pertencimento que é essencial para viver. Tenho percebido que novamente fluo nestas reuniões. Não compareço com alguma expectativa determinada.

Não há papéis a executar. Apenas deixar o sentimento e a memória refazerem caminhos. Uma sensação antiga de leveza, de sossego e paz, tranquilidade, me invade.