O ‘Opinião’ foi apurar: morreram dois na Coca-Cola, quem ainda por cima demite que se sindicaliza

Recorte do OpiniãoA notícia está no jornal da imprensa alternativa “Opinião” de 13 de fevereiro de 1976: dois trabalhadores da fábrica da Coca-Cola em Bonsucesso, no Rio de Janeiro, morreram asfixiados e depois foram triturados durante a limpeza de um dos tanques de fabricação de xarope concentrado do refrigerante.

Antes, circulava um boato de uma morte, creditado à Pepsi, por ser esta concorrente. O “Opinião” foi lá apurar e descobriu que, ainda por cima, dos 800 funcionários que trabalhavam na fábrica à época, apenas 110 eram sindicalizados. O motivo: a “direção da Coca-Cola demite imediatamente o funcionário que ingressa no sindicato”.

O registro está na página 2: http://bit.ly/1qdy1ZB