Morte de jovem indígena gera tensão com a polícia no Chile

A morte de um jovem indígena mapuche baleado nesta madrugada policiais em uma fazenda sob proteção policial elevou a tensão na região de Araucanía, a 700 de Santiago. Matias Catrileo, de 22 anos, estudante de agronomia da Universidade da Fronteira de Temuco, morreu quando participava junto a outros 30 indígenas de uma ação, como parte da chamada “recuperação de terras ancestrais”, promovida pela Coordenadora Arauco Malleco. Matéria da agência ANSA América Latina. Leia aqui.