Moradores do Vidigal, no Rio, realizam debate sobre ‘gentrificação’

Evento debaterá especulação imobiliária e cobrança de preços abusivos.

Às vésperas da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, a serem sediados no Rio de Janeiro, os moradores da cidade vivem momentos difíceis. A especulação imobiliária e os altos valores cobrados pelos serviços assustam os turistas, mas deixam os cariocas em uma situação ainda mais delicada.

Se a classe média protesta nas redes sociais, organizando “isoporzinhos” e rebatizando nossa moeda para “Surreal”, os moradores das favelas e periferias se deparam com uma situação ainda mais alarmante: como continuar morando em suas casas, quando agora são cobrados preços infinitas vezes superiores aos das últimas décadas?

Alguns chegam a enxergar o momento como um sinal de oportunidade. Nunca os imóveis nas favelas da Zona Sul, Centro e parte da Zona Norte estiveram tão valorizados. No entanto, a equação promete ser complicada. Como vender o seu imóvel e comprar outro, sem com isso ter que ir residir muito distante de seu local de trabalho, lazer, família e amigos?

Foi pensando em todas essas questões que a Associação de Moradores da Vila Vidigal (AMVV), a ONG Comunidades Catalisadoras (ComCat), Fórum Intersetorial do Vidigal (FIV) e o Albergue da Comunidade Vidigal realizam o 1o Fala Vidigal: Ciclo de Debates, cujo tema é Especulação Imobiliária e o Aumento dos Preços no Vidigal.

O evento reunirá moradores do Vidigal e de outras comunidades, além de representantes da sociedade civil e demais interessados, para debater a questão da “gentrificação” no Rio de Janeiro. Serão abordados os seguintes temas: A história do Vidigal; Origem das favelas; O que é “gentrificação”; O papel da mídia; Iniciativa dos moradores; Debate público.

O Fala Vidigal acontece no dia 18 de março, na Praça de entrada do Vidigal na Avenida Niemeyer à partir das 19h. A entrada é franca e a participação de toda a sociedade é fundamental.

Contatos com a Imprensa

Associação de Moradores da Vila Vidigal (AMVV)
Telefone: (21) 3322-9723
Email: [email protected]

Comunidades Catalisadoras (ComCat)
Telefone: (21) 991-976-444
Email: [email protected]