Manifestante é acusado de criminoso pela Barcas SA

Após o anúncio do reajuste das barcas em Niterói em mais de 60%, o professor Henrique participou de mobilizações pacíficas em protesto a este absurdo. De forma autoritária Henrique foi coagido pelos seguranças das Barcas SA e ainda sofreu uma intimação fruto de uma acusação de incitação ao crime e apologia ao crime.

Em resposta, Henrique explica o que aconteceu de fato e a importância de mantermos as mobilizações, reafimando o caráter pacífico do ato e a denúncia contra o aumento abusivo, os péssimos serviços prestados pela Barcas SA e a criminalição que os movimentos sociais estão sofrendo com as falsas acusações de vandalismo feitas pela Barcas SA.

Divulgue e compareça ao Ato de 1 de março. Crime é uma cidade sem prefeito!