Humanizar sempre. Ditadura nunca mais

Nunca mais ditadura. Nunca mais tortura, sequestro nem desaparecimento de pessoas. Nunca mais perseguições políticas. Pela vigência irrestrita dos Direitos Humanos. Pelo retorno do Brasil ao mundo das nações civilizadas.

Apologia de crime é crime. Os crimes contra a humanidade são imprescritíveis. A democracia deve ser restabelecida no país. Pelo fim da impunidade à delinquência política institucionalizada. Pelo fim da blindagem parlamentar-midiática-judiciária à criminalidade institucional.

O ser humano não nasce pronto nem acabado. Vamos nos tornando humanos/as como consequência de um longo e laborioso processo que dura a vida toda. Este processo educativo e formativo envolve não apenas a aquisição da linguagem e das habilidades motoras, mas também a construção interna e social de uma noção de ser pessoa.

A manutenção das condições necessárias para que a pessoa venha a se tornar um ser humano, está explicitada na Declaração Universal dos Direitos Humanos proclamada pelas Nações Unidas. Nos dias de hoje a existência humana está ameaçada por toda a parte.

Grupos voltados para a aniquilação do gênero humano ganharam o poder em alguns países, dentre os quais o Brasil. É o neonazismo, uma ideologia de morte que não têm base científica nem moral. O combate a esta nova tentativa de destruição da humanidade não deve nos encontrar indiferentes.

A defesa irrestrita dos Direitos Humanos deve ser o foco que nos guie no esforço para refazer no Brasil e na América Latina, a humanidade devastada pelos regimes neoliberais, pelo terrorismo de estado e pela ação perversa de uma mídia deformadora e manipuladora, sistematicamente a serviço da exploração e da injustiça.