Concurso promove educação por meio de tecnologias sociais

A Fundação Banco do Brasil e a revista Fórum estão promovendo um concurso de abragência nacional, direcionado principalmente para professores da rede pública e educadores de ensino não formal, chamado “Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais”. Proposta é resgatar o protagonismo do educador e divulgar as tecnologias sociais que conseguiram mudar a realidade de diversos locais no Brasil.

Agência Consciência.Net; clique aqui

Entende-se por tecnologia social técnicas e métodos simples, de fácil reaplicação e baixo custo, que resolvem problemas de diversas áreas. Exemplos são o soro caseiro, as cisternas ou as mandalas do sertão nordestino. Mas há muitas outras técnicas sendo desenvolvidas e outras já consolidadas no país.

Os 50 melhores projetos em Tecnologia Social serão publicados num livro e os 5 melhores ganharão uma passagem para apresentarem seu projeto no Fórum Social Mundial que acontece em Belém do Pará em 2009.

Objetivo é levar a discussão sobre soluções reaplicáveis de transformação social para as escolas públicas do ensino fundamental

As tecnologias sociais têm mudado a cara de muitas cidades em todas as regiões do Brasil. Com produtos, técnicas e metodologias simples e reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade, é possível encontrar soluções efetivas de transformação social.

São idéias como as cisternas para armazenar água em regiões que convivem com longos períodos de estiagem. Ou transformar o bairro em escola, usando o salão da igreja e a quadra do centro esportivo para atividades educativas fora do horário de aula.

Com o objetivo de difundir o conceito e as práticas de tecnologia social é que foi criado o Concurso Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais. Ao final da iniciativa, cinco professores, um de cada região do país, serão premiados com uma viagem para o Fórum Social Mundial 2009, em Belém (PA). A idéia é incentivar professores a levar o tema da Tecnologia Social para a escola, com atividades junto aos estudantes.

Sobre a Revista Fórum

Em bancas desde setembro de 2001, a revista Fórum se consolida como uma das mais confiáveis fontes de informação das organizações da sociedade civil. Inspirada no Fórum Social Mundial, seu projeto editorial destaca temas como educação, alternativas sociais e ambientais e debate sobre as políticas públicas no Brasil e na América Latina. A publicação também é referência entre universitários por dedicar importante espaço ao debate intelectual, realizando sempre entrevistas de impacto com personalidades do mundo acadêmico.

Além de seu conteúdo diferenciado, Fórum é a única revista distribuída mensalmente em bancas impressa 100% em papel reciclado. Com esta opção, feita a partir de setembro de 2005, marca o seu compromisso com a responsabilidade sócio-ambiental. Circula nas 100 mais importantes cidades do país – com uma tiragem de 20 mil exemplares -, incluindo todas as capitais, e atinge um público qualificado e formador de opinião, do qual se destacam professores e profissionais de Educação, que utilizam exemplares da revista inclusive como apoio em sala de aula, além de militantes e ativistas sociais.

Após sete anos de publicação, um conjunto de ações comemorará o aniversário da revista Fórum. Uma delas é o “Concurso Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais”, que em parceria com a Fundação Banco do Brasil difundirá, dentro das escolas públicas de ensino fundamental e em espaços de educação não-formal de todo o país, o conceito e as práticas relacionados ao tema.

Inscrições

Professores da rede pública de ensino fundamental e de espaços não-formais de educação podem participar. As inscrições são feitas pela internet, no site www.revistaforum.com.br/ts . No ato da inscrição, o educador ganha uma assinatura da Fórum até fevereiro de 2009 e um exemplar do livro “Geração de Trabalho e Renda”.

Mais informações:
Fernanda Lima
Elizabeth Oliveira
(11) 3813-1836

_______________________________________
www.consciencia.net