Chile: polícia prende um dos assassinos de Víctor Jara

A policia chilena prendeu, na terça-feira à noite (26), o militar José Adolfo Paredes Marquez, de 54 anos, que confessou ter participado, em 1973, do assassinato do cantor e compositor chileno Victor Jara, fuzilado com 44 tiros em um estádio convertido em campo de prisioneiros políticos, em Santiago.

A execução ocorreu cinco dias depois do golpe de Estado que levou Augusto Pinochet ao poder (1973-1990) e marcou um dos períodos mais violentos da história política recente do Chile.

Paredes confessou à Justiça ser um dos soldados que fuzilaram o músico – que tinha 40 anos e equivalia, na cultura popular chilena, a artistas como o brasileiro Chico Buarque ou a argentina Mercedes Sosa, pelo engajamento político e oposição a governos militares.

Leia matéria publicada no Portal Vermelho clicando no título.