CEO da ‘Habitat para Humanidade Internacional’ visita o Brasil

Jonathan Reckford, CEO de Habitat para Humanidade Internacional (HPHI) – principal organização não governamental no mundo com foco na área de habitação social – estará no Brasil nos dias 20 e 21 de agosto para conhecer um dos projetos que a ONG desenvolve no país, em Passira (PE).

Reckford se encontrará ainda com o Conselho Deliberativo da organização, parceiros institucionais e empresas que apóiam a causa de Habitat para a Humanidade no país. Além disso, manterá contatos com os coordenadores do Fórum Nacional de Reforma Urbana, entidade com a qual atua conjuntamente na promoção da causa da moradia digna.

Presente em 100 países, a HPHI já construiu cerca de 350 mil moradias, atendendo mais de um milhão de pessoas. O objetivo da ONG não é apenas construir casas, mas melhorar as condições saneamento, saúde, educação, transporte e ajudar as comunidades a se emanciparem. Para isso, e de acordo com a sua metodologia, a ONG envolve as famílias, a comunidade, voluntários, empresas e o poder público, pois por meio desta colaboração mútua, é possível reduzir custos, aumentar a produtividade e o compromisso de todos com a iniciativa.

Nesta primeira visita ao Brasil, o CEO de HPHI se reunirá com o presidente da Amanco, Marcos Bicudo, e com o diretor da El Paso, Paulo Lopes. As duas empresas estão entre as que colaboram com projetos da ONG em todo o país. Jonathan Reckford assinará também acordos de cooperação com Habitat Nações Unidas e com a ONG Visão Mundial, que apóiam um projeto de geração de renda para as mulheres em Passira, Agreste pernambucano.

O CEO de HPHI viaja acompanhado de Kip Scheidler, diretor geral de apoio ao CEO de HPHI, e de Torre Nelson, vice-presidente de HPH para América Latina e Caribe.

Sobre Habitat Brasil

No Brasil desde 1992, Habitat para Humanidade Brasil atua em oito estados – Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Tocantins, Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Sul – onde viabilizou a construção de mais de três mil soluções habitacionais e ajudou cerca de 15 mil pessoas, tendo em vista que cada família tem, em média, cinco membros. O custo de uma casa construída pela HPH Brasil varia entre R$ 12 mil e R$ 15 mil, dependendo da tecnologia de construção utilizada e da localidade da comunidade atendida. As casas são financiadas por meio de um Fundo de Crédito Rotativo Solidário, e pagas em prestações que não comprometam mais de 20% da renda familiar mensal. Os valores pagos pelas famílias voltam ao fundo rotativo para o desenvolvimento de novas comunidades.

A organização atua também na Defesa da Causa do Acesso à Moradia Digna, participando de Movimentos de Luta por Moradia, do Fórum de Reforma Urbana e da Conferência das Cidades, e em processos de construção das Políticas Públicas Habitacionais. E incentiva a formação de associações e cooperativas segundo os princípios da economia solidária como forma de promover a geração de renda.

Habitat para a Humanidade Brasil
Assessoria de Imprensa
Coletivo Comunicação – Imprensa e Mobililização Social
E-mail: [email protected]

_______________________________________
Lembre-se que você tem quatro opções de participação: (I) Um email de cada vez; (II) Resumo diário; (III) Email de compilação; (IV) Sem emails (acesso apenas online). Para cancelar, responda solicitando. [www.consciencia.net/agencia]

Eu preciso entrar em contato com alguém responsável por esta ONG. Conheço uma família muito carente que vive em moradias feita de taipa e me preocupo com a doença do barbeiro. LIMOEIRO, PE – SÍTIO BOM SUCESSO DE CIMA, FAMÍLIA DE LINDARA VIEIRA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *