Atenção

Normalmente “falante” a través de palavras silenciosas, na atual circunstância sinto que a hora é de escutar. Auscultar. Olhar para o meu passado e para o passado da humanidade, tentando ler os sinais da vida

As lições do tempo. Muitas pessoas estão partilhando mensagens positivas e esperançadoras, ao passo que o bombardeio midiático não cessa. Esta não é uma novidade. O bom talvez seja que começamos a ver uns aos outros com mais ternura. Um espírito cooperativo se superpõe a comportamentos rotineiros que de per si tendem a uma desensibilização e indiferença.

Da minha parte sinto que de toda situação ameaçadora invariavelmente brotam comportamentos mais transparentes e autênticos. Não houve uma única situação crítica que não tenha dado a luz um viver mais consistente e claro, mais assentado em princípios e valores universais.