Arte

Ler e escrever. Pintar e desenhar. Cantar e ouvir música. Assistir filmes. Desfrutar da beleza do mundo e me inserir nessa beleza. Isto é a arte.

Mergulho nestes mundos que me incluem. Releio os meus escritos sobre o dia a dia, minhas crônicas e comentários sobre livros, autoras e autores, filmes.

Revivo toda minha vida nestes instantes de mergulho num passado que é presente. Vejo com alegria, que artistas brasileirxs levantam a voz em defesa da arte e da cultura e da educação como ferramentas imprescindíveis para a humanização.

Lembro de uma frase de Herbert Read que diz assim: “O espírito mergulha na apatia a menos que os seus tentáculos invisíveis estejam constantemente se estendendo atrás de uma luz inatingível” (Imagen e idea. La función del arte en el desarrollo de la conciencia humana).

Todo ser humano tem esse impulso criador que é capaz de nos resgatar da destruição, da desmoralização, da coisificação.