A dominação pelo medo

Não poderia deixar de dizer o quanto lamento como se continua a explorar a desgraça, a dor das tragédias. Toda essa mídia que vive dos desastres, da atrocidade, do medo. É um sistema que vive do amedrontamento.

Mas certamente que as pessoas e as comunidades têm seus próprios meios para se proteger das manobras da dominação, que dia após dia, nos noticiários policiais, na banalização da morte e do sofrimento, semeia desconfiança, incerteza, insegurança.

Não posso deixar de lamentar, sim, que o mundo seja ainda um lugar tão exposto à dominação ao ponto de que os lares estejam abertos à invasão de imagens de dores inimagináveis, que as pessoas são obrigadas a processar em sentido inverso, na direção da vida, da esperança, da fe, da resiliência.

Talvez seja essa a maior possibilidade de vitória da humanidade contra o lado mais desumano do sistema desumano que é o capitalismo. Quanto mais nos querem convencer de que a vida é nada, de que estamos sujeitos a toda forma de destruição e aniquilamento, mais vamos gerando em nós mesmos e entre nós, nas redes sociais, formas de recuperação do sentido da vida. Formas de reforço da esperança e da fe, da confiança e da capacidade de continuar a crer que a vida sempre valerá a pena. A vida, apenas a vida. Somente a vida.

Muito bom o texto! Concordo plenamente!

E, pegando o “gancho” do último parágrafo, aproveito pra dizer (ou melhor, desabafar!) que é isso mesmo, é esse o grande sonho do sistema capitalista absoluto: reduzir todos nós a robôs estúpidos que existem somente pra trabalhar sem parar gerando cada dia mais e mais riquezas e poder para os ditos “senhores” do mundo! Um mundo devastado e enlouquecido, onde uma pequena minoria elitista fica o dia todo coçando o saco sem fazer porra nenhuma, rodeada de todo dinheiro e riquezas pilhadas à custa do sangue e suor da gigantesca maioria de trabalhadores explorados e mantidos na perpétua miséria pra que sejam eternos servos desprovidos de vida própria que existem apenas pra morrer trabalhando, sustentando uma elite mundial de vagabundos sanguessugas!

Tá dito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *