A CIA enxerga Vodus no Brasil

A CIA, agência de inteligência americana, mantém em seu site uma seção chamada “The World Fact Book”, algo como “O Livro dos Fatos do Mundo”, onde há informações gerais sobre todos ou quase todos países do planeta.

E eis que no item “people” (depois veja “religions”) da página dedicada ao Brasil, a CIA aponta que 0,3% da população cultua a religião “Bantu/voodoo” — e dá como crédito o Censo de 2000.

Bantos? Vodus? Estas palavras não aparecem no Censo oficial.

Na verdade, o 0,3% da CIA corresponde, no Censo do IBGE, à soma de duas religiões com parentesco na África: Umbanda e Candomblé.
Umbanda e Candomblé viraram no site americano, sabe-se lá se nesta ordem, pouco importa, “Banto” (que é não é propriamente uma religião, mas um grupo etnicolinguístico, entre os diversos que vieram da África para o Brasil) e Vodus (que encontra seu culto mais fortemente presente em países como o Haiti, e apenas perifericamente no Brasil).

Parece que botaram uísque na feijoada.

Para mais, Entrementes.