Violência marca despejo em ocupação do MTST em Manaus (AM)

Nesta terça-feira (28) o prefeito Amazonino Mendes (PDT) organizou o despejo de mais de 150 pessoas da Ocupação da Avenida do Turismo, no bairro Tarumã, em Manaus. Pela manhã, cerca de 90 guardas municipais armados chegaram à ocupação intimidando e agredindo as famílias. Não havia nenhuma ordem judicial. A ação foi totalmente ilegal e arbitrária.

Os moradores da ocupação, que é organizada pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), resistiram. Três moradores foram presos e permanecem detidos pela polícia do Amazonas. São eles: Emerson da Costa Farias, Ailson Rodrigues da Silva e Eliel Gonzaga Silva.

O prefeito Amazonino é o mesmo que, em 2011, afirmou diante das câmeras a uma moradora de área de risco que ela deveria morrer. Ele tem ligações profundas com a especulação imobiliária em Manaus, sendo ele próprio dono-grileiro de várias terras na cidade.

Com informações do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto)