Vigília em Curitiba pela liberdade de Lula realiza atos mesmo sob frio e chuva

O deputado federal Marco Maia (PT-RS) disse neste domingo (3) ao participar da vigília #LulaLivre, em Curitiba, que as elites do país mais uma vez terão de encarar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições deste ano.

Hoje foi o 57º dia que Lula está preso na sede da Polícia Federal. Maia comandou há pouco o boa noite do coletivo ao ex-presidente. “Essa elite vai se preparando, porque mais uma vez vão ter que engolir o sapo barbudo do Lula para presidir este país, como diria o Leonel Brizola, que estaria aqui conosco se estivesse vivo”, afirmou, lembrando o ex-governador do Rio e um dos principais opositores da ditadura civil-militar que se instalou no país entre 1964 e 1985.

Maia também criticou o governo de Michel Temer por sangrar recursos da saúde e educação para cumprir o acordo que vai manter os preços do diesel reduzidos por um período de 60 dias. “Olha aonde chegamos, e tem gente que quer defender esse governo”, criticou, depois de falar sobre os aumentos de combustíveis e gás de cozinha durante esses dois anos do golpe que tirou Dilma Rousseff da presidência.

Apesar do frio sob 13 graus centígrados em Curitiba, os eventos da vigília foram realizados hoje normalmente. Houve apresentações musicais durante a tarde e antes do encerramento das atividades, um ato inter-religioso. Ao abrir os trabalhos do dia, os psicólogos Jayme Panerai e Grace Wanderley coordenaram oficinas sobre o tema “enfrentamento do estresse”.

Ontem, a chuva também não impediu uma agenda de atividades ao longo de todo o dia. Teve roda de conversa sobre o tema “Reforma do Trabalho e Seguridade”, com a assistente social e professora Itanamara Guedes e a professora Tereza Lemos, da Frente Brasil Popular (FBP). E houve também muita música debaixo d´água na Praça Olga Benário, com o cantor Daniel Farias.

O deputado Dr. Rosinha, presidente do PT do Paraná, também participou das atividades deste fim de semana na vigília. Ontem (2), ele lembrou que “só um político como Lula é capaz de fazer tanta gente lutar. Não só pela sua importância, mas pela injustiça que está vivendo, sendo inocente e estando preso’’. Dr. Rosinha observou que com toda a perseguição midiática e judicial contra Lula, o ex-presidente só cresce nas pesquisas eleitorais, com o povo dando um recado claro de que quer votar nele para presidente da República.

Fonte: Rede Brasil Atual
(03-06-2018)

Comentários

comentários