“Vale matou 155 ex-alunos meus”. “Vale, pare de nos enrolar!”. Bloqueio em Brumadinho, MG. Vídeo 4

“Vale matou 155 ex-alunos meus”. “Vale, pare de nos enrolar!”. Bloqueio em Brumadinho, MG. Vídeo 4 – 10/01/2020.

Na manhã do dia 10/01/2020, por várias horas o trânsito foi bloqueado em Brumadinho, MG, pelo povo golpeado pela Vale e Estado. Foi luta contra a os crimes da mineradora Vale que estão se reproduzindo e se multiplicando. Foi luta por justiça socioambiental. “Vale, não nos enrole!” é o grito geral.
A COMISSÃO DOS ATINGIDOS da barragem da Vale em Brumadinho realizou dia 10 de janeiro de 2020 uma manifestação no marco da entrada da cidade de Brumadinho, MG. “Conforme já é de conhecimento de todos os moradores de Brumadinho, a Comissão dos Atingidos, escolhida e reconhecida pelo Ministério Público durante a manifestação do dia 2/12/2019, reuniu-se na Sede do MP-MG, no dia 4/12/2019, com representantes das instituições de Justiça, advogados da Vale e Prefeitura de Brumadinho, quando foi entregue uma série de reivindicações dos atingidos, dentre as quais destacam-se: a continuidade das buscas de todas as pessoas não encontradas, a manutenção integral do auxílio emergencial para todos, o fechamento da mina da Jangada, a paralisação das violações de direitos na Comunidade de Ponte das Almorreimas, a contratação imediata das assessorias técnicas independentes, as necessidades dos agricultores afetados, a prestação de contas sobre os repasses de recursos feitos pela VALE para a Prefeitura etc. Nessa reunião ficou acertado junto às instituições de justiça que, no dia 19 de dezembro de 2019, a Vale e a Prefeitura dariam o retorno sobre as demandas da população. Mas, lamentavelmente, praticamente nenhuma das demandas foi atendida. A Vale sequer deu a resposta no dia combinado. Depois de matar cruelmente, em pouco minutos, 272 pessoas, além do rio Paraopeba, a biodiversidade e a paz de milhares de famílias, a Vale segue desrespeitando os direitos humanos da população. O que essa empresa fez é imperdoável e o que ela está fazendo é inaceitável. Reiteramos também que todos os acordos fechados até o momento, inclusive o QUE REDUZ O PAGAMENTO EMERGENCIAL, não tiveram a participação dos atingidos. Somos todos atingidos e atingidas. *O rompimento da barragem foi um crime/tragédia e exigimos REPARAÇÃO INTEGRAL: social, ambiental e econômica. Exigimos também JUSTIÇA: que todos os culpados sejam exemplarmente punidos; VERDADE: que a história seja contada realmente como ela ocorreu; e GARANTIAS DE NÃO REPETIÇÃO: para que os crimes cometidos nesse caso nunca mais se repitam nem aqui nem em qualquer outro lugar.”

Dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, “bispo de Brumadinho” e da Comissão de Ecologia Integral e Mineração da CNBB, presente no bloqueio do trânsito em Brumadinho, MG, dia 10/01/2020: luta pela superação das violências socioambientais que a mineradora Vale vem causando e luta por Justiça Socioambiental. Foto: A. Baeta.

#janeiromarrom #brumadinho #crimedavale #naofoiacidente #aguavalemaisqueminerio

Videorreportagem de frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Filmagem, narração e edição: frei Gilvander. Brumadinho, MG, 10/01/2020.

*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.

#FreiGilvander