Unesco lança livro sobre relações raciais nas escolas

Em parceria com o Inep, trabalho é resultado de pesquisa realizada em cinco capitais.

A UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lançam nesta terça-feira, às 15h, em Brasília, a publicação “Relações Raciais na Escola: Reprodução de Desigualdades em nome da Igualdade”, que foi realizada em cinco capitais brasileiras (Belém, Brasília, Salvador, São Paulo e Porto Alegre). O lançamento contará com a presença do Representante da UNESCO no Brasil, Vincent Defourny, do Secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, Ricardo Henriques, do Diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep, Amaury Patrick Gremaud, e da Diretora de Comunicações Tradicionais da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Maria Palmira.

A pesquisa revela que os alunos negros têm as mais baixas pontuações em matemática e português nas séries do ensino fundamental e ensino médio. Essas diferenças em relação a estudantes brancos aumentam nas séries mais avançadas. O estudo também indica que os negros de grupos sócio-econômicos mais pobres têm desempenho escolar ainda mais crítico. Os resultados da pesquisa serão apresentados pelas pesquisadoras Mary Castro e Miriam Abramovay, secretária executiva do Observatório Ibero-Americano de Violências nas Escolas, que coordenaram o trabalho.

Também foi feito um estudo qualitativo em 25 escolas de ensino fundamental e médio sobre as relações raciais nas salas de aula, no recreio e no entorno das escolas. Nessa análise foram ouvidas 500 pessoas em grupos focais e 132 em entrevistas individuais. A maioria dos entrevistados tende a negar que há diferenças no desempenho escolar entre alunos negros e brancos. Houve ainda uma avaliação sobre política de cotas, movimento negro, a lei que institui o ensino sobre África e cultura negra nas escolas dentre outros assuntos.

Assunto: Lançamento do livro “Relações Raciais na Escola: Reprodução de Desigualdades em nome da Igualdade”

Data/hora: 06 de fevereiro de 2007, terça-feira, 15h
Local: Auditório do IBICT, SAS, Quadra 5, Bloco H, Edifício CNPQ/IBICT/UNESCO, sobreloja, Brasília, DF

PB

Comentários

comentários

Revista diária fundada em 13 de maio de 2000.

Seções: Opinião.