TRT equipara repórteres cinematográficos a jornalistas

O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região manteve decisão da 4ª Vara do Trabalho de Maceió para que três repórteres cinematográficos recebam salário de jornalista. Os profissionais da TV Gazeta de Alagoas foram contratados pela empresa como cinegrafistas (radialistas), mas exerciam há anos a função de repórter cinematográfico, privativa dos jornalistas. A sentença judicial é resultado de uma ação movida pelo Sindicato dos Jornalistas de Alagoas. Dica do Sindicato dos Jornalistas do Rio.

Revista diária fundada em 13 de maio de 2000.

Seções: Opinião.