Transporte urbano no Globo

O comentador Elpydio Phragoso (pseudônimo, óbvio) fez o segundo comentário do post “Feijão, arroz e bom tempero” da Coleguinhas, Uni-vos, que trata de matéria do Globo sobre transportes urbanos no Rio, publicada domingo passado. Por considerá-lo pertinente publico aqui, com permissão do autor.

“Faltou, na matéria dos transportes, que continua segunda (sem suprir a falta), o óbvio: transporte público tem de ser estatal. Bastava acionar a rede de correspondentes para ver que é assim em Nova York, Madri, Paris e toda grande cidade-capital do mundo. Transporte eficiente é DEFICITÁRIO. Deficitário, claro, se não considerarmos os benefícios em termos de produtividade, bem-estar, controle ambiental, etc. Aqui no Brasil se adotou um modelo semiprivado que não oferece eficiência e TAMBÉM NÃO acaba com o caráter deficitário (já que o Estado se encarrega dos investimentos mais pesados, subsídios, etc.). E NUNCA OS JORNAIS FALAM DISSO. NUNCA.”

Share

Comentários

comentários

subscrevo,
atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *