Servidores em greve promovem Dia Nacional de Luta nesta terça (31)

Servidores de todo o Brasil , com o apoio da CSP Conlutas, CUT e CTB e de várias outras categorias de trabalhadores e movimentos sociais, realizam nesta terça-feira (31) um Dia Nacional de Luta como forma de pressionar o governo a responder concretamente às principais reivindicações da categoria. O dia 31 foi o prazo que a Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento apontou como provável para apresentar respostas à pauta dos servidores.

Além do Dia Nacional de Luta, os docentes vão realizar na quarta-feira (1º), a partir das 21h, o “Luau da Greve”, programado para ocorrer em frente às reitorias das IFE no momento em que os representantes do governo estarão reunidos com o ANDES-SN e outras entidades sindicais do setor da educação, em Brasília.

Brasília

Para o Dia Nacional de Luta, os servidores do Distrito Federal, especialmente organizados na Condsef (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal)/Sindsep-DF programaram uma concentração, a partir das 9h, em frente à Catedral de Brasília. A expectativa é de que sejam realizadas atividades semelhantes em todos os 25 estados, já que a greve entre os servidores atinge 26 categorias em todos os estados da federação.
Na tarde dessa segunda-feira (30), os servidores da capital federal realizaram um ato na rodoviária do Plano Piloto. Na ocasião, foram distribuídos panfletos à população explicando os motivos da categoria para realizar uma greve geral do setor público. Também nesta segunda-feira, começou a greve dos servidores do Dnit.

Já os técnico-administrativos das universidades, liderados pela Fasubra, realizaram, à noite, um ato em frente ao Palácio do Planalto. À tarde, lideranças da Fasubra foram recebidos pelo ministro Aloizio Mercandante, mas a conversa foi muito dura, segundo relataram pessoas que partiparam da reunião. Diretores do ANDES-SN e membros do Comando Nacional de Greve participaram do ato em frente ao Palácio do Planalto em solidariedade à luta dos técnicos das universidades.

Na sexta-feira (27), servidores do Distrito Federal promoveram um piquete em frente à Receita Federal em Brasília. A sede da Receita ficou fechada de 8 horas às 15 horas e foi considerada uma ação importante para fortalecer a mobilização unificada de todas as categorias que estão com atividades paralisadas pela apresentação de propostas do governo. Para a Condsef, apesar da forte retaliação ao movimento dos servidores, a luta da categoria segue firme e deverá continuar crescendo até que o governo apresente algo concreto aos setores mobilizados.

Com informações da Condsef

Fonte: ANDES-SN

Share

Comentários

comentários