“Se eu tivesse um milímetro de dúvida não estaria aqui”, diz Baltasar Garzón sobre inocência de Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu na tarde desta quinta-feira (26) as visitas do ex-juiz espanhol Baltasar Garzón e do ex-ministro da Justiça Tarso Genro em Curitiba, onde é mantido como preso político há um ano e meio. 

Ao avistar Garzon, um dos juízes mais respeitados no mundo e que ficou historicamente conhecido por ter decretado a prisão do ditador chileno Augusto Pinochet, Lula disse: “Se eu tivesse um milímetro de dúvida sobre minha inocência não teria te convidado para vir aqui”.

Ao que Garzon respondeu: “E se eu tivesse um milímetro de dúvida não estaria aqui”.

Assista à declaração de Baltasar Garzón: