Roraima: Invasores tentam impedir realização da assembléia de indígenas em Raposa Serra do Sol

Invasores ainda insatisfeitos com a homologação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, iniciaram na tarde de terça-feira (18/4) a obstrução das estradas de acesso à aldeia Maturuca, onde a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) realiza a sua VIII Assembléia Geral, de 21 a 25 de abril. Os indígenas estão reunidos em solidariedade aos povos da região. Apesar de completar-se um ano da homologação, as comunidades locais ainda estão sob ameaça dos invasores, que ainda não foram retirados da Terra Indígena pelo Governo, conforme previsto no decreto presidencial.

A Coiab notificou o Governo Federal e os distintos órgãos envolvidos com a questão indígena sobre estas ameaças e atos de violência que colocam em risco a vida de cerca de mil lideranças que devem participar da Assembléia Geral da Coiab. A VIII Assembléia discutirá temas relacionados com o processo de reestruturação política e institucional da Coiab e do movimento indígena amazônico, de frente aos novos desafios e demandas dos povos e comunidades que compõem a sua base política. Por ocasião da Assembléia, será realizado também o Encontro que deverá decidir a indicação dos membros da região norte do país, para compor a Comissão Nacional de Política Indigenista (CNPI), instituída também por decreto presidencial em 22/3/2006.

Share

Comentários

comentários

Revista diária fundada em 13 de maio de 2000.

Seções: Opinião.