Reveillon 2019

Réveillon palavra de origem francesa que significa o despertar. 

Em cada início de ano, de ciclo é sempre bom despertarmos dentro de cada um de nós valores que norteiam nossa caminhada. 

O homem que não tem presente a sua história em sua memória está condenado a repeti-la. 

Ao encerrar um ciclo temos que olhar para dentro de nós, rever nossos passos e nossas decisões para não repetir os erros e tropeços. 

Em 2019, quero… 

…Despertar em mim a compaixão pelos pobres deste país e de todo o mundo e pelas pessoas que não admiro. 

…Lembrar que sou amado pelo que sou e não pelo que faço ou deixo de fazer pelos outros. Quando atribuo o meu valor pela dedicação demasiada ao outro, termino por me isolar e padecer de solidão. O egoísmo que nos isola dos outros é tão nocivo quanto à dedicação excessiva, onde nos anulamos em nome de um amor a humanidade, gerando culpabilidades àqueles a quem me devoto. 

…Lembrar que talvez a expressão maior do amor seja a humildade de receber e aprender com o outro, considerado como incapaz de dar. Se dou é porque tenho e isso é prazeroso. 

…Despertar o potencial resiliente de cada um de nós, que consiste na capacidade para enfrentar as adversidades da vida, superar-se e inclusive ser transformado por elas. 

…Lembrar da importância de gerar dúvidas nas nossas certezas, com perguntas que nos façam pensar, pois toda certeza é uma prisão que nos fecha ao diálogo.

…Lembrar que nenhum de nós é tão bom, quanto todos nós JUNTOS.

…Despertar a esperança de cada brasileiro que este novo governo esteja a serviço da nação, de seu povo humilde, dos primeiros brasileiros os nossos indígenas e suas terras e não em conluios com outras nações poderosas geradoras de tanta miséria e injustiça no mundo. 

…Despertar a consciência que o maior desafio para cada um de nós é aceitar conviver com as diferenças, respeitando a diversidade. 

…Despertar a consciência que sou tão importante quanto o outro e desta maneira amar o outro como a mim mesmo. 

…Despertar a consciência de ser uma poderosa gota d’água no oceano da vida e que eu preciso assumir meu lugar no mundo. 

…Lembrar que sou único e especial como cada um é. 

…Lembrar que acolher é dar sem cobrar nada em troca e receber sem se sentir em dívida. E que Cuidar não é dizer o que o outro tem que fazer, mas lembrar quem ele é. O outro já sabe, mas precisa ser lembrado. 
Em 2019 eu preciso tomar consciência que Eu sou único, eu tenho o direito de ser feliz de ocupar meu espaço de ter sucesso sem prejudicar e nem explorar ninguém, de dar minha contribuição, de me sentir pertencente a esta nação brasileira e dar minha contribuição para a construção de um mundo mais justo e respeitoso. 

Morro Branco-CE Dez.2018
Rumo a 2019.