Rapto e desaparecimento de crianças é tema de debate na Maré

Do Jornal O Cidadão

 Cartaz do projeto "Sou da Vez" do Movimento Helaiz

Aproveitando a semana de Enfrentamento do Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, nesta quarta-feira, dia 19 de maio, às 15h, o Movimento Helaiz, grupo de mães que há três anos luta pela prevenção contra o rapto e desaparecimento de crianças no Rio de Janeiro, mães estas que já passaram por esta triste experiência de ter tido seus filhos levados por sequestradores, se encontrarão com alunos do curso preparatório no Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (Ceasm), Morro do Timbau, no Conjunto de Favelas da Maré.

A ideia do movimento é percorrer as favelas e todo o Rio, colocando em prática o projeto “Sou da Vez”, que tem como iniciativa conscientizar pais, familiares e vizinhos sobre o cuidado com os filhos, já que o número de desaparecimento de crianças em todo o Estado tem crescido. O último caso, por exemplo, aconteceu na própria favelada Maré com o desaparecimento da menina Gisela Andrade, de apenas 8 anos, raptada ao sair da Escola Municipal Bahia, há dois meses.

O convite é para toda a comunidade da Maré e amigos da Maré que queiram ouvir a experiência dessas mães. Que quiser convidá-las para alguma conversa sobre o assunto é só entrar em contato pelo email [email protected]