Portugal e Canadá: Direita triunfa

Por Isaac Bigio

LONDRES, 25/1/2006. Enquanto Evo Morales figurava como presidente boliviano, em Portugal e no Canadá os conservadores ganharam as eleições graças ao descrédito do oficialismo. Depois de 13 anos no poder, os liberais canadenses caíram, enquanto cresceram os conservadores e a esquerda. Harper queria proibir os casamentos entre gays e aproximar-se diplomaticamente dos Estados Unidos contra o Iraque e Cuba.

Em Portugal, Cavaco ganhou a presidência no primeiro turno ao manter unida a centro-direita (algo que não aconteceu no Chile), enquanto a esquerda teve cinco candidatos: dois do Partido Socialista, um do Partido Comunista, outro do Filotrotskista e Maoísta. No Canadá, Harper quer fazer concessões aos separatistas de Québec para ganhar apoio parlamentar. Em Portugal, Cavaco deverá dividir o governo com o premier socialista Sócrates, com quem planeja realizar reformas monetaristas.

Os dois lados favorecem Bush, que sente que avançam em seu “pátio traseiro” seus detratores de esquerda. Por outro lado, em Portugal e no Canadá a direita triunfou, planejando ordenar a economia.

Share

Comentários

comentários

Revista diária fundada em 13 de maio de 2000.

Seções: Sem categoria. Tags: .