Portal Comunidade Segura faz aniversário

O portal Comunidade Segura (www.comunidadesegura.org) completa um ano levando para leitores de diversos países informações sobre prevenção da violência e políticas públicas de segurança e traz boas novas para comemorar o primeiro aniversário.

Lançado em agosto de 2006, o portal tem agora uma versão em francês, além do português, inglês e espanhol, e uma seção com conteúdo sobre o Haiti – país com menor IDH da América Latina e com graves problemas de insegurança, conflito armado, pobreza e desrespeito aos direitos humanos.

Com mais de 160 mil páginas vistas por mês e cerca de 1.500 visitantes diários, o Comunidade Segura tem conquistado um público expressivo em todo o Brasil e também em outros países, principalmente da América Latina, tendo o envio de newsletters e boletins por e-mail como principal instrumento de divulgação. Mais de 1.600 pessoas já criaram uma conta e indicaram seu perfil para ter acesso a ferramentas como chat, comunidades virtuais e inclusão de documentos na biblioteca virtual e de eventos na agenda.

O portal utiliza recursos colaborativos para facilitar a comunicação entre redes, tornando-se uma ferramenta para que atores de todas as partes do mundo (com destaque para América Latina e Caribe) possam se informar e se relacionar.

O Portal

O Portal ComunidadeSegura.org é um projeto desenvolvido pelo Programa de Segurança Humana do Viva Rio com o apoio da União Européia, da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Governo Federal e do Open Society Institute, em parceria com instituições da sociedade civil do Brasil e de outros países.

Oferecer um acervo qualificado de documentos acadêmicos e conteúdo jornalístico sobre segurança pública e direitos humanos; gerar reflexão; promover debates construtivos, privilegiando a busca de soluções; ser fonte de informações úteis, apontando boas práticas, metodologias inovadoras e políticas públicas bem sucedidas no Brasil e no mundo e reunir insumos variados de apoio ao trabalho de construção da paz são os objetivos do portal Comunidade Segura, um projeto pioneiro na internet com atualização diária e abrangência internacional.

A Biblioteca Virtual Comunidade Segura, com mais de mil documentos catalogados, conta com centenas de autores e instituições produtoras de conteúdo em sua base de dados, reunindo o que há de melhor na produção científica brasileira sobre segurança pública e direitos humanos. Os arquivos são disponibilizados em PDF ou mantidos em seus sites originais, e todos os usuários cadastrados no portal podem inserir documentos que serão aprovados depois de revisados.

Jornalistas, pesquisadores e policiais são os leitores mais assíduos do Portal

Ao navegar pelos perfis de usuários cadastrados é possível se deparar com pessoas de todos ou quase todos os países da América Latina, de alguns países do norte e eventualmente até de lugares distantes como Sudão, Ilha Reunião ou Camboja; estudantes, professores, donas de casa, autoridades e, principalmente, jornalistas, pesquisadores, representantes de ONGs e policiais.

A lista de usuários mais ativos do portal traz no topo cinco policiais (quatro brasileiros, um argentino). Entre eles estão o Major Marco Antônio Bicalho, da Polícia Militar de Minas Gerais, e o Tenente-Coronel Antonio Carlos Carballo Blanco, da Polícia Militar do Rio de Janeiro, ambos membros da Rede de Policiais e Sociedade Civil da América Latina, que utiliza ferramentas como comunidade virtual e chat.

Uma fonte de boas fontes

Diversas pesquisas e análises da cobertura da violência pela mídia apontam a ausência de textos opinativos sobre violência e segurança pública e a predominância de textos descritivos que valorizam os atos de violência como casos isolados, sem contextualização, sem a perspectiva dos direitos humanos e raramente baseados em estatísticas e pesquisas.

Buscando ser um exemplo de cobertura responsável da violência e da segurança, o portal se torna uma excelente ferramenta para jornalistas. Enquanto os grandes jornais ficam muitas vezes restritos às fontes oficiais, o Comunidade Segura traz fontes qualificadas como especialistas de diversos estados do Brasil e também estrangeiros, profissionais da sociedade civil ligados a projetos sociais e operadores de políticas públicas. Para quem se cadastra no site, é possível ver o perfil e fazer contato com autores de artigos e outros usuários cadastrados.

Informações adicionais:
Mayra Jucá, coordenadora do portal Comunidade Segura, tels: (21) 2555-3794/ 2555-3793/ (21) 8186-1010
Adriana Lacerda, assessoria de imprensa Viva Rio, tel: (21)2555-3764/ (21)8847-8117

_______________________________________
Lembre-se que você tem quatro opções de participação: (I) Um email de cada vez; (II) Resumo diário; (III) Email de compilação; (IV) Sem emails (acesso apenas online). Para cancelar, responda solicitando. [www.consciencia.net/agencia]