Por que falar do golpe?

downloadComeça o dia. O canto dos pássaros. Muitos setores da sociedade brasileira tem repudiado o golpe de Estado em andamento, e continuam agindo no sentido de barrar a queda total da democracia. Outros, silenciam.

Isto me preocupa. O silêncio é preocupante, quando o que está em jogo é o bem comum. O dia começa. Os pássaros cantam. E eu me pergunto. Por que tem setores sociais que não se manifestam contra o golpe? Medo? Cumplicidade?

A história ensina que o silêncio cúmplice na verdade é um apoio envergonhado ao autoritarismo e ao arbítrio. São os setores mais retrógrados, antissociais, antihumanos, os que sustentam os golpes de Estado.

Por isso é que me preocupa o silêncio de alguns setores que, no meu entendimento, deveriam se pronunciar em favor do retorno à democracia. Quando esses setores se calam, me preocupa. Se for o medo que os cala, falem. Pode ser que o medo fique menor. Creio que é melhor falar enquanto se pode.

Muitos setores da sociedade brasileira tem se pronunciado contra o golpe de Estado em andamento, e continuam agindo no sentido de que haja um retorno à democracia, sejam respeitados os direitos sociais e as conquistas trabalhistas e os direitos humanos. Me permito tentar ir além no sentido de tratar de encontrar razões para o silêncio. Não encontro. Espero que digas alguma coisa. É melhor falar, enquanto ainda se pode.