Piribebuy, a Capital Mártir: história, historiografia e ideologia na Guerra no Paraguai

Piribebuy, terceira capital provisória do Paraguai, foi cercada e atacada pelas tropas aliancistas entre 10 e 12 de agosto de 1869, durante a derradeira Campanha das Cordilheiras.

Divergem as historiografias tradicionais paraguaia e brasileira sobre o desenvolvimento do ataque, que resultou em verdadeira mortandade entre os defensores da vila, e os sucessos posteriores a ele.

A análise daquele fato histórico, a partir da documentação primária e dos relatos testemunhais de paraguaios e imperiais, permite aproximação dos sucessos objetivos e melhor percepção dos sentidos dos desvios das narrativas nacional-patrióticas destes últimos.

Leia o texto na íntegra clicando aqui.

Share

Comentários

comentários

Mário Maestri, 66, é doutor em Ciências Históricas pela UCL, Bélgica, e professor do PPGH da UPF. Tem pesquisado a escravidão colonial brasileira e, atualmente, a história da grande guerra da bacia do rio da Prata [1864-1870]. E-mail: maestri@via-rs.net

Seções: Memória & Consciência. Tags: .