“Os desabrigados de Niterói estão jogados à própria sorte”, afirma liderança comunitária (entrevista em vídeo)

Share

Desabrigados de Niterói estão jogados à própria sorte, afirma liderança comunitária (entrevista em vídeo)Revista ConsciênciaNet realizou neste sábado (9/4) entrevista em vídeo com o Sr. Francisco Carlos, Presidente da Associação de Vítimas do Bumba e um dos representantes do Comitê dos Desabrigados de Niterói. Cerca de 400 pessoas vivem em uma área militar abandonada, em condições precárias e insalubres. Não existe médico e a comida chega frequentemente estragada.

A Prefeitura de Niterói, a despeito de todo o dinheiro recebido para tal fim, não paga aluguel social a boa parte dos desabrigados das chuvas que atingiram a região metropolitana do Rio de Janeiro em abril de 2010. Mesmo os que recebem estão com o aluguel atrasado desde janeiro deste ano e alguns já foram despejados ou se mudaram para longe de suas comunidades.

Os deslizamentos de terra atingiram não só a comunidade do Morro do Bumba, mas igualmente diversas outras localidades próximas. Aproximadamente 170 morreram. Dez mil ficaram desabrigadas. Muitas crianças ainda não entenderam que não poderão voltar para suas casas.

Em outro vídeo (clique aqui), do jornal ‘A Nova Democracia’, é possível acompanhar como foi a manifestação na última quarta-feira, 6 de abril, que lembrou um ano da tragédia. Os desabrigados reclamam que estão sendo deslocados de suas comunidades para áreas isoladas, como a “Fazendinha”. O Comitê dos Desabrigados denuncia que há terrenos nas próprias comunidades para os moradores, que não querem e, muitas vezes, dependem das raízes criadas nesses lugares. “Onde eu morava, podia deixar meus filhos com os vizinhos, todos nos conheciam. Como eu vou trabalhar agora? Aqui eu não tenho com quem deixar meus filhos”, comentou uma moradora à nossa reportagem.

A situação dos moradores é fruto de uma negligência anterior à chuva da Prefeitura, que havia sido alertada sobre as áreas de risco na cidade e sobre a utilização de algumas regiões como lixões clandestinos – como acontece ainda hoje, por exemplo, no Morro do Céu.

Francisco Carlos, Presidente da Associação de Vítimas do Bumba e um dos representantes do Comitê dos Desabrigados de Niterói, deu uma entrevista neste sábado (9/4) à Revista ConsciênciaNet e falou sobre a situação dos desabrigados. Em parceria com o grupo Ação Social Lumen, realizaremos a partir desta entrevista uma série de matérias em vídeo cujo roteiro é definido pelas vítimas da negligência do poder público.

Assista abaixo à entrevista:

Share

One thought on ““Os desabrigados de Niterói estão jogados à própria sorte”, afirma liderança comunitária (entrevista em vídeo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>