ONU pede apoio concreto às vítimas de tortura

foto“À medida que o Estados lidam com a sua resposta ao extremismo violento, é essencial sublinhar que a tortura nunca pode ser usada para combater o terror; na verdade tortura aterroriza”, declarou Ban no Dia Internacional de Apoio às Vítimas da Tortura.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, renovou seu pedido aos Estados-membros para repudiar o uso da tortura e apoiar às vítimas de terrorismo para ajudá-las a reconstruir suas vidas.

Marcando a edição de 2015 do Dia Internacional de Apoio às Vítimas da Tortura, em 26 de junho, Ban lembrou aos governos de todo o mundo a “proibição absoluta de utilização da tortura em qualquer momento e em qualquer circunstância no âmbito da lei internacional”, acrescentando que, quando utilizada de forma sistemática, a tortura pode constituir um crime contra a humanidade.

“À medida que o Estados lidam com a sua resposta ao extremismo violento, é essencial sublinhar que a tortura nunca pode ser usada para combater o terror; na verdade a tortura aterroriza”, declarou Ban.

Ao mesmo tempo, ele também ressaltou a importância crescente dos centros de reabilitação para vítimas de tortura em todo o mundo para dar assistência humanitária, médica e jurídica às vítimas e seus familiares. Todos os anos, o Fundo Voluntário das Nações Unidas para as Vítimas de Tortura apoia centenas desses centros e entre 50 a 70 mil vítimas e seus familiares.

Fonte: Nações Unidas-Brasil
http://nacoesunidas.org/em-dia-internacional-onu-pede-apoio-concreto-as-vitimas-de-tortura/

Share

Comentários

comentários