Obras da Copa e Olimpíadas ameaçam 123 comunidades no Rio

Share

Charge: LatuffEm audiência, organizações e movimentos do Rio de Janeiro denunciaram a violação dos direitos humanos. São 123 as comunidades pobres ameaçadas por obras da como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

A audiência pública com o tema “Megaeventos, legado social e direito à moradia: uma questão possível?” foi realizada na Câmara Municipal do Rio de Janeiro nesta terça-feira (6). Houve vários depoimentos de moradores ameaçados de remoção.

Clara Silveira, integrante do Comitê Popular da Copa e do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), conta que “pessoas foram enxotadas de suas casas, sem debate prévio e sem acesso ao projeto”. Diz ainda que casas foram demolidas com os pertences dos moradores dentro do imóvel durante à noite.

Apenas na cidade do Rio de Janeiro, cerca de 98 mil famílias estão ameaçadas de remoção. Em todo o Brasil, os 12 Comitês Populares da Copa estimam que há 160 mil famílias ameaçadas.

Um ponto fraco na audiência foi a quase completa ausência dos vereadores. De acordo com Clara, a situação não foi surpresa, uma vez que os parlamentares têm criado leis de exceção em benefício dos que lucram com os megaevento esportivos.

Como encaminhamento da reunião, houve a elaboração de um protocolo de conduta a ser seguido pela prefeitura do Rio de Janeiro em casos de remoção inevitável. O documento aponta que o reassentamento das famílias deve ser feito em local próximo com infraestrutura e acesso a serviços básicos. (pulsar/adital)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>