NATUREZA EM FESTA!

Os bons fluidos te inundem em densa paz

E nos mesmos flutues gozosamente

Que te impregnem de todo – corpo e mente

Revigorem o existir cada vez mais

E de alçar pleno vôo sejas capaz

Sob as asas do vento a desbravar

Rios, matas, montanha, o próprio mar

Contemplando a Natura em plena festa

É a beleza da vida que te empresta

Circunstância indizível, invulgar.

In: A serviço da vida com liberdade (João Pessoa: Ed. Buscas, 2009)