Movimentos sociais e entidades da Paraíba repudiam golpe de 1964

pedroNo próximo dia 2 de abril, os movimentos sociais, as pastorais sociais e as organizações de base de nossa sociedade estarão juntando forças com os Trabalhadores e Trabalhadoras do Campo do entorno de Barra de Antas, Sapé, para celebrar o martírio de João Pedro Teixeira, assassinado a mando do latifúndio, no dia 2 de abril de 1962, há 52 anos.

O MEMORIAL DAS LIGAS E DAS LUTAS CAMPONESAS DA PARAÍBA estará organizando, em Barra de Antas, na parte da manhã e na parte da tarde do mesmo dia 2 de abril, diversas atividades de rememoração das lutas e conquistas dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Campo, para o que está convidando as forças sociais da Paraíba a participarem ativamente dessas atividades, com a seguinte Programação:

CONVITE

Convidamos os Movimentos Sociais e a sociedade Paraibana para participarem da programação de repúdio ao golpe militar que completa 50 anos em 2014.

Programação

Dia 28 de março de 2014 – 9 horas –Instalação da Comissão Municipal Memória, Verdade e Justiça – Paço Municipal

15 horas – Debate sobre os 50 anos do golpe militar – participação de Rogério Sottili, Secretário de Direitos Humanos de São Paulo, numa roda de debate com ex-presos políticos, professores, estudantes e trabalhadores no auditório da OAB – 15 horas

Dia 30 de março de 2014 – Ato de repúdio as prisões , torturas e desaparecimentos de presos políticos – Praça em frente ao 15RI no bairro de Cruz das Armas

Dia 31 de março de 2014 – 9 horas – Caminhada da Resistencia – Saida do trevo em frente a UFPB com percurso pelas escolas do Conjunto Castelo Branco encerrando com um ato político em frente ao Mercado do bairro. A caminhada objetiva sensibilizar a população do bairro para a mudança do nome da rua principal do conjunto e da Escola Estadual Emilio Garrastazu Médice.

18 horas – Vigília na Epitácio Pessoa – concentração na Faculdade Mauricio de Nassau e caminhada no sentido praia até o Grupamento de Engenharia

Dia 1 de abril de 2014 – 9 horas – Panfletagem no centro de João Pessoa.

12 horas – Caminhada da Resistencia com audiência na Câmara Municipal – Concentração na Lagoa com faixas , bandeiras, carro de som seguindo em passeata , para a Câmara Municipal para participar de uma audiência pública quando serão homenageados os parlamentares caçados pela ditadura militar

Dia 2 de abril de 2014 – 9 horas – Memorial das Ligas Camponesas – Local: Memorial das Ligas Camponesas, Barra de Antas

9 horas – Visitação dos alunos das escolas da região ao Memorial; Visitação aberta ao público com explicações sobre o acervo; Exibição de vídeos sobre a luta no campo;

14horas – Caminhada saindo de Café do Vento até o local em que Joao Pedro foi assassinado; Memórias: Das luta dos camponeses de Barra da Antas e entorno; Repúdio ao Golpe civil/militar de 1964; Homenagem a Eduardo Coutinho.

ÓRGÃOS PROMOTORES:

Comitê Paraibano Memória, Verdade e Justiça
Memorial das ligas camponesas
Consulta Popular
Levante Popular da Juventude
Movimento dos Trabalhadores Sem Terra
Movimento do Espírito Lilás
Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria
Associação Cultural Jose Martí
Sindicato dos Jornalistas da Paraíba
Partido Comunista Revolucionário
Associação Paraibana dos Amigos da Natureza
Prefeitura Municipal de João Pessoa
Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos
Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos, Comissão de Direitos Humanos e Centro de Referencia de Direitos Humanos da UFPB