Moradores do Morro da Coroa denunciam sequestro e tortura de cinco jovens por policiais militares


 

Por Patrick Granja

Na tarde de ontem, dia 29 de agosto, nossa redação foi contatada por militantes da Rede Contra Violência, que denunciaram o sequestro de cinco rapazes do Morro da Coroa por policiais militares. A favela, que fica na zona norte do Rio de Janeiro, começou a ser militarizada em fevereiro deste ano e, a cada mês, multiplicam-se as denúncias de abusos de PMs da UPP contra moradores. Nossa reportagem foi a favela apurar a denúncia e se deparou com moradores revoltados a procura dos cinco jovens. Segundo parentes dos rapazes, todos são trabalhadores e dois deles teriam sido espancados por PMs durante toda a manhã. Seis horas depois de serem acordados a tapas por policiais e presos arbitrariamente, os jovens foram levados para a delegacia, onde permaneciam presos até a noite do dia 29 de agosto.

Na 5ª Delegacia de Polícia, o pai do garçom Bernardo dos Santos, um dos presos, mostrou à nossa reportagem documentos provando que o rapaz trabalha em um restaurante em Copacabana. Segundo a esposa do jovem, PMs invadiram a residência do casal às 6:30h da manhã, reviraram o local e espancaram Bernardo antes de prendê-lo.

 

 

Share

Comentários

comentários