Mensagem do Papa Francisco

“Regina Coeli” dia 20-05-2018

Caros irmãos e irmãs, bom dia!

Na festa de hoje, Pentecostes, dá-se a culminância pascal, centrado na morte e ressureição de Jesus. Esta solenidade nos faz recordar e reviver a efusão do Espirito Santo sobre os Apóstolos e os outros discípulos, reunidos em oração com a Virgem Maria no Cenáculo. Naquele dia, teve início a história da santidade cristã, porque o Espirito Santo é a fonte da santidade, que não é privilégio de poucos, mas vocação de todos.

Por meio do Batismo, com efeito, todos somos chamados a participarmos da mesma vida divina de Cristo, e com a confirmação, a nos tornamos suas testemunhas no mundo. O Espirito Santo infunde santidade por toda a parte no santo povo fiel de Deus. Deus quer santificar e salvar os homens não individualmente e sem quaisquer laços entre si, mas quer constituir a partir dele um povo, que O reconhecesse segundo a verdade e O servisse na santidade.

Já por meio dos antigos profetas o Senhor havia anunciado ao povo este seu designío. Ezequiel: “Eu colocarei Meu espírito em vocês, e os farei viver segundo as minhas leis e os farei observar e por em prática minhas normas. Vocês serão o Meu povo e eu serei o Deus de vocês.” O profeta Joel: “Derramarei Meu Espírito sobre todos os seres humanos e seus filhos e filhas se tornarão profetas. Também sobre os escravos e as escravas naquele dia derramarei o Meu Espírito. Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” E todas estas profecias se realizam em Jesus Cristo, Mediador e Garantidor da perene efusão do Espírito. E hoje é a festa da efusão do Espírito.

Desde aquele dia de Pentecostes, até o final dos tempos, esta santidade cuja plenitude é cristo, é dada a todos aqueles que se abrem à ação do Espírito Santo e se esforçam para lhe serem dóceis. É o Espírito Santo quem nos faz experimentar uma alegria plena. O Espirito Santo, vindo a nós, desfaz a aridez, abre os corações à esperança e estimula e favorece o amadurecimento com Deus e com o próximo. É o que nos diz São Paulo: “O fruto do Espírito é amor, alegria, paz, magnanimidade, benevolência, bondade, fidelidade, mansidão, autocontrole”. Tudo isto o Espírito faz em nós. Por isto, hoje festejamos esta riqueza que o Pai nos dá.

Peçamos à Virgem Maria que obtenhamos também hoje, para a Igreja, um renovado Pentecostes, Uma renovada juventude que nos dê a alegria de viver e testemunhar o Evangelho e que infunda sobre nós um intenso desejo de sermos santos para a maior glória de Deus.

https://www.youtube.com/watch?v=K2wpQyeMkuc

(Do minuto 0:10 ao minuto 4:08)

Trad: Alder Júlio Ferreira Calado

Digitação: Gabriel Luar Calado Bandeira

 

Comentários

comentários