Mas, quem disse que pra servir os pobres eu precise tornar-me um candidato?

Propaganda é negócio eficiente

O pior dos produtos vira “bom”

Na política, também, é esse o tom

Com esperteza se engana muita gente

E políticos perdulários seguem em frente

Belas tramas são feitas com boatos

Ganham as telas até os “heróis natos”

Do povão se fazendo amigos nobres

Mas, quem disse que pra servir os pobres

Eu precise tornar-me um candidato?

Senador, Deputado, Presidente

Dão prestígio, poder e privilégio

Cada um rende loas, prêmios régios

Quem já viu essa turma descontente?

Seus problemas resolvem regiamente!

Como fica, porém, quem é do mato?

E quem vive nas ruas em maus tratos?

Não te fies em político! Nâo te dobres!

Pois quem disse que p´ra servir os pobres

Eu precise tornar-me um candidato?

Candidatos corretos… muito poucos!

Exceção sempre há. Ainda bem!

Estes são meia dúzia ou pouco além

Estimar maioria é ficar louco…

Tantos casos não ouve, quem é mouco

Maioria expressiva é de fato

A explorar o povão – sempre cordato

Mesmo assim, deles há quem não se dobre

Mas, quem disse que pra servir os pobres

Eu precise tornar-me um candidato?

Quantos há animando belas lutas!

Há parteiras que andam a salvar vidas

Tantos jovens de mãos enternecidas

Circunstâncias passando, às vezes, brutas

Sempre firmes, alegres na conduta

Sem ganharem um tostão! No anonimato…

´Inda são aos pequenos muito gratos

Deles próprios recebem o que lhes sobre

Pois quem disse que pra servir os pobres

Eu precise tornar-me um candidato?

(Em solidariedade aos protagonistas da Cooperativa de Coletores da Comunidade Marcos Moura, em Santa Rita, e em homenagem a tanta gente anônima por aí espalhada, nas “correntezas subterrâneas”, a fazer acontecer o Reino de Deus entre os desvalidos)

  • Tem pessoas que pensam que pensam, mas, no entanto, são pensadas; ouras hajem de maldade mesmo, são ladinos e corruptos, destorcem/manipulam os fatos… O que posso dizer de fato é que a Ditadura era composta por grandes empresarios + polícia federal/civil/militar + reporteres + políticos + militares…
    Penso que o melhor candidato para Presidencia seria o Aécio Neves ou um candidato, de preferência médico, das Forças Armadas.
    Endosso ainda com:
    1. Uma pesquisa do IBOPE (http://www.news.med.br/p/ibope+81+dos+brasileiros+de+classe+-995.html), entre os dias 18 e 22 de agosto de 2005 apurou que a classe médica é a instituição com maior credibilidade na opinião do povo brasileiro, com um índice de 81% de confiança, a Igreja Católica é segunda instituição com maior confiança (71%), seguida pelas Forças Armadas (69%) – Na outra ponta da tabela, entre as instituições nas quais os brasileiros menos confiam, aparecem os políticos com 90%, os partidos políticos (88%), a Câmara dos Deputados (81%), o Senado (76%) e a polícia (61%);
    2. Outra pesquisa, agora em 2008 (http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080618170823AA4T341) mostra as Forças Armadas como a instituição com o melhor conceito entre os brasileiros, tendo recebido nota 7,4 na pesquisa “Barômetro de Confiança nas Instituições Brasileiras”, divulgada pela Associação dos Magistrados Brasileiros. Em segundo lugar, estão empatadas, com média 7,1, a igreja católica e a Polícia Federal. A pior colocação ficou com as instituições político-partidárias, que tiveram média 3,6. Foram ouvidos 1.500 brasileiros entre os dias 29 de maio e 2 de junho de 2008. http://www.jb.fm/noticias.php?data_new=2… ;
    3. é sabido, também que o Presidente Médici chegou a ter 84% de aprovação popular…; e
    4. finalizo com Rui Barbosa: “Uma raça, cujo espírito não defende o seu solo e o seu idioma, entrega a alma ao estrangeiro, antes de ser por ele absorvida.(Rui Barbosa)”. Para isto e se queremos um Brasil Grande e Forte, precisamos de Forças Armadas Fortes e Grande. Dilma e Serra, mais este do que ela, “detestam” os Militares…

    “Ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém.” (Alvin Toffler).

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *