Marcas do trabalho

Na consulta médica:
– Seu José. Em que posso ser útil?
– Dr, eu vim me consultar pelas dores que eu tenho. Há muitos anos que eu padeço de dores de coluna, nos ombros e nos joelhos. Não aguento mais. Nao consigo dormir, vivo irritado e, minha esposa está prestes a se separar de mim.. Vim me consultar para  conseguir um remédio para acabar com essas dores. Já não quero mais sentir o que sinto.
– Seu José.  Quantos anos o senhor tem? O que faz?
A minha frente, um negro de 65 anos com um semblante de trabalhador braçal e, de fato isso se confirmou. A vida dedicada ao serviço da carvoaria de sua região. O melhor artífice que a empresa poderia ter. Ninguém sabia  melhor de forno, produção de carvão como seu José. Dúvidas na produção, chama seu José para resolver o problema. Na sua aposentadoria deste ano, lágrima nos olhos de seus companheiro que foram agregando-se ao seu vínculo de amizade ao longo dos últimos 50 anos de trabalho. Alegria para os netos que poderiam aproveitar o avô humorista dos domingos de almoço e tristeza para Joaquim, terceira geração dos donos da empresa que sempre tiveram seu José como ”fiel escudeiro” mas, já não dava para manter o experiente profissional ativo. A dores crônicas já eram sua companheira.
— Muito bem seu José existem alguns pontos a serem tratados. O José que está a minha frente, não é o mesmo de quando tinha 10 anos de idade correto?
— Certo que não Dr. Eu tinha muita energia. Até hoje. Não existia sábado, domingo ou feriado. . Fizesse chuva ou sol, o trabalho era meu alimento. Criei meus oito filhos com o carvão. A medida que o tempo foi passando, eu fui diminuindo minhas forças e o cansaço bateu mas, o ponto positivo é que agora, posso aproveitar meus netos, coisa que não pude fazer com meus filhos. Não me arrependo de nada. A única coisa que me destrói são estas dores.
— Seu José, essas, dores são escritos, marcas no seu corpo, componente desta belíssima história que o senhor me apresentou. Elas refletem grandes fases de sua vida que foram escritas a esforço e suor. Não podemos mudar sua história. Não podemos mudar sua idade e o que foi composto ao longo de sua vida. As “peças” e as  “engrenagens” do seu corpo foram enferrujando as custas do tempo que não  perdoa. O que o senhor é hoje e tem,não pode ser mudado mas sim, transformado. Vamos propor uma estratégia de fortalecimento de seus músculos e ossos, com atividades aeróbicas, dieta focada nestes problemas e atividades para  a higiene mental. Tenho certeza que o senhor se sentir melhor. Não vamos eliminar os problemas mas amenizar o sofrimento que eles trazem. (uma lágrima escorre pelo rosto de seu José).
— Dr eu me sinto um inválido sem poder sair com meus netos que tanto amo.
— Fique tranquilo. O senhor voltará a sentir-se útil.
2 meses depois em uma nova consulta:
— E aí seu José. Como está?
— Dr eu me sinto ótimo. Estive fazendo algumas sessões de fisioterapia como o senhor me orientou. Entrei na hidroginástica perto de casa, estou indo as tardes ao lar da terceira idade onde lá converso, interajo com meus amigos e posso inclusive jogar o dominó que sempre gostei. Depois da morte de minha esposa, fiquei muito triste mas lá, conheci uma companheira onde estamos trocando mensagens por telefone e estou vendo a possibilidade de pedi-la em namoro.  O melhor de tudo. Meu ex patrão me convidou para coordenar  a empresa  nas manhãs. Isso é ótimo pois, além de voltar às minhas atividades, posso arrumar uma renda extra. Obrigado Dr.

Conclusão. Não podemos mudar o que não pode ser mudado mas, podemos transformar tirando o melhor  proveito daquilo que a vida nos propõe. Depende da criatividade e da incansável vontade servir.

A você. Que todos os dias escreve sua história a custa de suor e luta. Feliz dia do trabalhador.

 

Share

Comentários

comentários

Brasileiro, Casado. Médico formado pela Escola Latinoamericana de Medicina (ELAM), Havana, Cuba. Atua como médico de família na Secretaria de Saúde de Feliz Natal (MT) - Programa Mais Médicos para o Brasil. Professor, palestrante em saúde, educação e músico.

Seções: Memória & Consciência.