Lançamento Coleção de Livros Bem-Me-Quer no Rio de Janeiro

image003

 

Coleção Bem-Me-Quer Diversidade e respeito são duas palavras que não existem separadas. Seus conceitos se permeiam e se complementam de uma maneira especial. O respeito à diversidade e a diversidade com respeito existem como caminhos que levam à paz. Que bom seria se todos fossem respeitados por suas diferenças, por suas opções, por suas maneiras de viver a vida.

 

Esse é o ideal do Projeto Bem-Me-Quer, e a Coleção de livros Bem-Me-Quer foi produzida com essa mesma proposta: sensibilizar crianças, adolescentes e jovens para as questões de preconceito e discriminação ainda presentes em nossa sociedade. São sete os temas tratados: classe social, deficiência, gênero, orientação sexual, raça/etnia, regionalismo, religião.

 

A Coleção, por si só, é diversa. Nove autores, nove ilustradores das mais diversas regiões, inclusive estrangeiros, dão um tom especial às obras. São eles: Ana Raquel, Jonas Ribeiro, Flávia Lins e Silva, Eliana Carneiro, Gilles Eduar, Adriana Falcão, Anna Cláudia Ramos, Márcia Cristina Silva, Chico Salles, Raquel Echenique, Leicia Gotlibowski, Maurenilson Freire, José C. Lollo e Jô Oliveira. O projeto gráfico é do designer Alex Chacon.

 

Com tanta gente, cada livro tem um tom, um traço, uma letra. Cordel, narrativas, poesia, aventuras, descobertas, conflitos, superação e compreensão são temas trabalhados para estimular os leitores a perceberem a riqueza de ser diferente. O décimo item da Coleção é um presente maior para a imaginação. Trata-se de um audiolivro com todas as histórias contadas por profissionais e musicadas pelo violonista Jorge Brasil.

 

Um toque de sensibilidade especial para as pessoas com deficiência visual, mas que pode ser ouvido por todos sem distinção. Um presente para os alunos das 2.600 escolas vinculadas ao Instituto Itaú Social que serão agraciadas com as coleções.