Justiça afasta 6 deputados da mesa diretora em AL

Odilon Rios, Portal Terra – Seis deputados da Assembléia Legislativa de Alagoas foram afastados hoje pela Justiça da mesa diretora da Casa por suspeita de desvio de R$ 200 milhões da folha de pagamento do Legislativo estadual. A decisão foi do juiz da 12ª Vara Cível da Capital, Gustavo Souza Lima. Com o afastamento, os seis deputados não retornam à mesa diretora até o fim das investigações da Polícia Federal sobre ao caso. “Decidi acatar os argumentos o Ministério Público Estadual, mas decidi mantê-los como deputados até o fim da ação”, disse o magistrado.

Dez deputados estaduais foram indiciados pelo desvio milionário. Os seis afastados são: o presidente da Assembléia, deputado Antônio Albuquerque (DEM), Cícero Amélio (PMN), primeiro-secretário, Nelito Gomes de Barros (PTB), segundo secretário, Edival Gaia Filho (DEM), terceiro-secretário, e Maurício Tavares (PTB), quarto secretário. Além, do primeiro suplente da mesa, deputado Dudu Albuquerque (PSB).

Um tio do juiz sofreu, segundo a família, um atentado na noite de ontem. Mas, de acordo com o magistrado, não há relação do suposto atentado com a decisão que ele tomaria nesta terça-feira. José Muniz, tio do magistrado, é primeiro suplente do deputado federal Olavo Calheiros (PMDB-AL). Notícia do Portal Terra.