Jornalismo da blogosfera governista e da grande imprensa: qual a diferença?

A blogosfera governista faz um jornalismo tão ruim quanto a grande imprensa. A diferença é que tem menos leitores.

Ontem, a S&P rebaixou a classificação de risco de vários empresas brasileiras. Algumas delas aparentemente saudáveis, entre elas a Globo.

A explicação da S&P é que deve haver uma relação direta entre a classificação do país e das empresas deste país. Com o rebaixamento do Brasil, algumas empresas brasileiras ficaram com a classificação alta demais e foram rebaixadas. Uma delas a Globo.

(Aqui cabe um parênteses para comentar que nada mais duvidoso do que essas classificações de risco. Portanto, não se trata de defender a S&P, mas apenas de entender qual critério foi utilizado para rebaixar a Globo.)

É aí a tal blogosfera governista sai comemorando como se a Globo estivesse mal das pernas. O que, aliás, não deixa de ser curioso, já que o governo que esses sites apoiam trata a pão-de-ló essa mesma Globo.

Ora, a empresa teve lucro líquido em 2013 (não tenho de cabeça os dados de 2014) de cerca de R$ 2,5 bilhões. O maior lucro de uma empresa brasileira de capital fechado.

Recentemente, a Globo trocou dívida antiga por dívida nova em condições muito melhores, numa sinalização de que o mercado a percebe como empresa saudável.

Ou seja, os dados que se danem.

Eu também gostaria que os Marinho levassem a pior. Mas, infelizmente, sou jornalista e vivo de fatos. Se os fatos não estão de acordo com a minha torcida, não posso mudá-los ao meu bel prazer.

A grande imprensa e a blogosfera governista esqueceram o jornalismo e se dedicam à mais desavergonhada propaganda.

______________________________________
(leia o original aqui)