Ipeafro reúne acervo digital que resgata e conserva memória da cultura negra no Brasil

 

Iniciativa reúne obras e documentos do acervo do líder Abdias Nascimento

Fundado pelo professor Abdias Nascimento, indicado oficialmente ao prêmio Nobel da Paz 2010, o Ipeafro disponibiliza gratuitamente online, em seu portal (http://www.ipeafro.org.br), textos, livros, imagens, documentos, jornais antigos e obras de arte compiladas e produzidas pelo ativista ao longo de sua trajetória na militância pela causa negra. O internauta também tem a opção de solicitar materiais por e-mail ao instituto.

Entre os documentos do acervo estão edições do jornal “Quilombo”, fundado por Abdias Nascimento em 1948, como movimento de protesto político.

No acervo online, encontram-se as seções vídeos, áudio, leituras, imagens, leituras, publicações, Instituto Nacional do Negro e seções ligadas ao TEN (Teatro Experimental do Negro).   

_DSC0168

Com patrocínio da Petrobras, o Ipeafro realizou um trabalho de restauro e conservação deste material, que está sendo todo digitalizado e adicionado ao acervo online.

O site foi lançado oficialmente no dia 7 de junho, durante a abertura do Fórum de Educação Afirmativa Sankofa 2010, no auditório do Arquivo Nacional.

Durante quatro dias, pesquisadores, estudantes, educadores e militantes, participaram de mesas de debates e oficinas onde se discutiram as questões do negro no Brasil e propostas para a implementação de uma educação afrocentrada nas escolas e universidades brasileiras. A utilização do acervo do Ipeafro fez-se fortemente presente durante o encontro.