Hoje é o dia mundial contra a pena de morte

Hoje é o dia mundial contra a pena de morte. Lembro dos 30.000 desaparecidos na Argentina. Nenhum deles mereceu a pena de morte. Os seus algozes estão em prisão domiciliar, o que é um acinte, um insulto, uma aberração, uma afronta.

Alguns dos envolvidos no genocídio, cerca de 200, estão em prisões comuns. Mas a pena de morte continua pelas ruas da Argentina. Militantes sociais foram assassinados em 2001, em 2010. Cada vida é valiosa, isto nos tocou aprender, a mim e à minha geração, que fomos obrigados a conviver com a matança de operários e estudantes desde 1966 em diante.

Depois de 1976, foi o pão nosso de cada dia. Uma pena de morte diária, em contagotas, ostensiva, onipresente. A obscenidade da ditadura. Hoje é o dia mundial contra a pena de morte. Mais de 30.000 pessoas na Argentina foram mortas pela ditadura e os crimes estão impunes, na sua maioria. Hoje é o dia mundial contra a pena de morte. E crianças e jovens são prostituídas, drogadas, seqüestradas, mortas. Hoje é o dia mundial contra a pena de morte. A vida é um dom precioso. É tudo que um ser humano tem. A vida é um dom precioso. Hoje é o dia mundial contra a pena de morte. E viver é tudo que você tem, tudo que cada um de nós tem. Hoje é o dia mundial contra a pena de morte.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *