Governo estadual fecha Parque Aquático Julio Delamare, no Rio

Parque Aquático Julio Delamare

Na manhã desta terça-feira (26), dezenas de pessoas assistidas por projetos sociais no Parque Aquático Julio Delamare – em sua maioria idosos e pessoas com deficiência – foram surpreendidas pela notícia de que este seria o último dia de atividade no local.

Os usuários afirmam que não haviam sido informados previamente e que não há qualquer garantia sobre a manutenção dos projetos sociais. Atletas de alto rendimento que treinam no parque foram informados somente na segunda (25) e não sabem onde poderão treinar com o fechamento.

A proposta de demolição do Julio Delamare se insere no processo de licitação de concessão à inciativa privada do Complexo do Maracanã, prevista para acontecer no dia 11 de abril.

Em janeiro, o governo do Estado fechou da noite para o dia o Estádio de Atletismo Célio de Barros sem avisar atletas, que ficaram por semanas sem local para treinar e ainda hoje não têm espaços adequados para treinamento.

No lugar dos equipamentos esportivos, o eventual concessionário construiria um estacionamento e um centro comercial com lojas e restaurantes.

O Parque Aquático Julio Delamare atende cerca de dez mil pessoas em projetos sociais vinculados ao Programa de Iniciação Desportiva (PID) da SUDERJ. São em sua maioria pessoas com deficiência e idosos que são encaminhados diretamente da rede pública de saúde para complementar seus tratamentos através de atividades físicas.

Os usuários do Parque Aquático foram informados por representantes da SUDERJ que devem se apresentar somente no dia 22 de abril na sede do clube América, na Tijuca, para verificar a possibilidade de remanejamento para outros clubes e piscinas.

Detalhes adicionais em http://comitepopulario.wordpress.com/