Governadores do Nordeste oficializam consórcio

Por Vinícius Sobreira

Na última segunda-feira (29) os representantes dos estados da região Nordeste se reuniram no ato de lançamento do Consórcio Nordeste. A parceria jurídica entre as nove unidades federativas da região foi proposta em março, mas precisava ser aprovada pelas Assembleias Legislativas de cada estado. O consórcio deve ajudar a economizar recursos nas compras de materiais, além de facilitar o desenvolvimento e execução de políticas públicas envolvendo mais de um estado nordestino.

A ideia é que ainda em agosto o Consórcio lance seu primeiro edital de compras. Os governos esperam economizar recursos ao fazerem compras – de material para educação, saúde ou segurança, por exemplo – em quantidade para os nove estados da região, em vez de comprarem separadamente. Também foi confirmada a intenção de ter um programa Mais Médicos Nordeste, similar ao programa federal lançado pela presidenta Dilma Rousseff e também em parceria com a Organização Pan-americana de Saúde (Opas/OMS), para trazer profissionais cubanos recebendo salários menos custosos aos cofres públicos.

Também existe a perspectiva de facilitar operações policiais envolvendo mais de um estado da região, além de lançar um grupo regional similar à Força Nacional de Segurança Pública, criada no governo Lula. Enquanto a Força Nacional envolve o Ministério da Justiça, as polícias Federal e Militares; a Força Nordeste, envolvendo as polícias Civil e Militar, além de investigadores e agentes penitenciários de mais de um estado.

Também está prevista para novembro uma agenda de viagens do Consórcio Nordeste no exterior para buscar investimentos para a região. Segundo o presidente do consórcio e governador da Bahia, Rui Costa (PT), a prioridade neste primeiro momento será a Europa, com viagens acertadas para a Espanha, Itália, França e Alemanha. Mas Costa também mencionou a intenção de estreitar relações com China, Rússia e Coreias. A presidência do Consórcio Nordeste é rotativa, um ano com cada governador da região.

Participaram do ato de lançamento Paulo Câmara (PSB-PE), Flávio Dino (PCdoB-MA), Fátima Bezerra (PT-RN), Rui Costa (PT-BA), Wellington Dias (PT-PI), Renan Filho (MDB-AL) e Belivaldo Chagas (PSD-SE). O governador cearense Camilo Santana (PT) se ausentou por motivos de saúde e foi representado pela vice-governadora Izolda Cela (PDT).

Edição: Monyse Ravena

Fonte: Brasil de Fato

(30-07-2019)