Globo manda, governo obedece

Já está pronta no Ministério das Comunicações minuta de decreto presidencial que permitirá que as 14 milhões de antenas parabólicas do país recebam os sinais de todos os jogos da Copa do Mundo da Alemanha. Com o decreto, informou o jornal Folha de S. Paulo da sexta (17/3), a Globo pode descumprir cláusula de seu contrato com a Fifa que a obriga a só transmitir a Copa via satélite com sinal codificado. Codificados, os sinais não podem ser recebidos por antenas parabólicas. A regra da Fifa visa proteger os direitos da Copa em TV aberta nos países vizinhos, uma vez que o sinal de satélite da Globo é captado em parte da América do Sul. Com seu sinal aberto no satélite, a Globo ganha em audiência, e o governo deixa de ter problemas com parlamentares que defendem interesses de locais em que as parabólicas são o único meio de acesso à TV aberta. Na Copa de 2002, FHC fez o mesmo.

Comentários

comentários

Revista diária fundada em 13 de maio de 2000.

Seções: Opinião.