Fluidez

aguaA fluidez pode ser não apenas uma possibilidade, mas também uma necessidade. Refiro-me ao agir humano cotidiano, às relações sociais, ao acontecer de cada dia. Tenho experimentado a fluidez várias vezes, nestes dias. No relacionamento com meus filhos e filhas, no meu afazer cotidiano. E também naquela dúvida que tantas vezes tenho, acerca do que fazer. Antigamente considerava a indecisão como algo ruim, que deveria ser superado. As pessoas devem ser decididas, acreditava. E eu não o era; então, eu era inadequado.

Hoje, tendo a pensar mais em termos da indecisão como algo que corresponde à minha natureza, e também à natureza das coisas, do existir. Antigamente eu era muito estruturado: entre mim e o mundo, existia uma rígida expectativa, uma exigente exigência. Aquilo era uma prisão. Se dizia a tal hora, tinha que ser a essa hora, nem um minuto antes ou depois. Agora, tendo a ver a fluidez, como uma condição de possibilidade, que estabelece um relacionamento mais suave, menos chocante, com o mundo. Posso deixar-me ir, deixar acontecer, sem necessidade de tanta previsão ou antecipação. Aprendo a confiar mais, a deixar a vida me levar.