Fiscais investigam corrupção em radiodifusão

Agência Pulsar – O Ministério Público de Costa Rica entrou nas dependências de Controle Nacional de Rádio e na sede da Câmara Nacional de Rádio. Buscaram documentação por fraudes na outorga de licenças e o pago de propinas a funcionários. Os operativos obedecem à investigação de uma denúncia da Rede pelo Direito à Comunicação e à Informação, conformada por várias organizações da sociedade civil que buscam uma mudança na legislação costarriquense para o acesso real e democrático da cidadania a meios de comunicação próprios. Leia aqui.

Share

Comentários

comentários